CRMV-RJ encontra chocolate dentro de geladeira que armazena imunobiológicos em estabelecimento e solicita descarte imediato de material

O setor de fiscalização do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Rio de Janeiro (CRMV-RJ) averiguou recentemente durante uma ação fiscalizatória uma infração – que ocorre frequentemente – com relação ao uso incorreto do refrigerador de acondicionamento de vacinas. Dessa vez, foram encontrados chocolates na geladeira que armazena imunobiológicos.

Esta autarquia esclarece que o uso incorreto do refrigerador pode levar ao comprometimento da eficácia das vacinas, pois a temperatura inadequada pode ser responsável pela degradação dos princípios ativos e, consequentemente, pelo fracasso da imunização, além do considerável risco de contaminação cruzada no caso de acondicionamento de produtos estéreis e contaminados em um mesmo refrigerador. Por isso, é importante que o profissional e o estabelecimento cumpram as normas técnicas para o adequado acondicionamento e conservação das vacinas.

O CRMV-RJ ainda informa que refrigeradores devem ser de uso exclusivo para o armazenamento de vacinas, antígenos, medicamentos de uso veterinário e outros materiais biológicos não contaminados, devendo ser ainda equipado com termômetro próprio para fins de monitoramento da temperatura, não devendo esta sair da faixa dos +2°C e +8°C. Outras medidas devem ser tomadas, como a limpeza periódica do refrigerador, a desinfecção das bandejas, a verificação da data de validade das vacinas e a troca regular do termômetro.

Após identificar irregularidades, prestar orientações aos responsáveis e contribuir para que práticas incompatíveis com a ética sejam eliminadas, o CRMV-RJ solicitou o descarte imediato das vacinas a serem utilizadas, de acordo com as diretrizes da Anvisa.

Scroll to Top