CRMV-RJ averigua fraudes documentais na emissão de atestados sanitários junto a Vigiagro no Galeão

fraudes documentais na emissão de atestados sanitários junto a Vigiagro no Galeão

Representantes do Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV-RJ) estiveram, nesta quinta-feira (15), na Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro, localizada no aeroporto Internacional Tom Jobim (RIOgaleão) para uma parceria inédita.

O trânsito de cães e gatos entre países exige um documento emitido pela autoridade veterinária do país de origem e aceito pelos países de destino, atestando as condições e o histórico de saúde do animal de estimação bem como o atendimento às exigências sanitárias do país de destino. No Brasil, os documentos utilizados para essa finalidade são o Certificado Veterinário Internacional (CVI) e o Passaporte para Trânsito de Cães e Gatos, que são expedidos por Auditores Fiscais Federais Agropecuários das unidades de Vigiagro.

Infelizmente, nos foram reveladas supostas fraudes cometidas por médicos-veterinários, o que impediu o embarque de animais pelos auditores fiscais por erros grosseiros na emissão dos atestados de saúde.

Além de manchar a reputação do profissional, situações como essas causam enormes prejuízos financeiros aos proprietários, já que muitos vêm de outros municípios e têm a viagem cancelada.

“Ao se propor a emitir o documento, o profissional médico-veterinário deve zelar pelo bom nome da medicina veterinária e preenchê-lo com zelo e profissionalismo”, declarou a tesoureira do CRMV-RJ, Isabelle Rochebois.

“Emitir um atestado sanitário com erros de português, cadernetas de vacina com rasuras e datas em branco, denigrem a imagem da excelência na medicina veterinária. Infelizmente, os profissionais envolvidos responderão ética e criminalmente por fraudarem documentos”, alerta o vice-presidente do CRMV-RJ, Diogo Alves.

O Conselho parabeniza e agradece os auditores fiscal Isabel Novelino, Luiz Cláudio Marchior e Fabrício Vidal por nos informar acerca da relevância do assunto e se mostra disposto a cooperar e combater veementemente as fraudes documentais.

Scroll to Top