beylikdüzü türbanlı escort

escort beylikdüzü

beylikdüzü escort

ataköy escort

istanbul escort bayan

beylikdüzü escort bayanlar

esenyurt escort

avcılar escort

beylikdüzü escort bayan

beylikdüzü escort bayanlar

CRMV-RJ alerta: Coelho não é brinquedo de Páscoa!

A Páscoa está chegando e, junto com a venda de chocolates, outro tipo de comércio que tende a crescer nesse período é a “materialização” do Coelhinho para as crianças. Nesse sentido, o CRMV-RJ ressalta que animais de estimação não são brinquedos. É preciso lembrar que estes animais silvestres são muito sensíveis e demandam cuidados especiais ao longo da vida, que dura em média oito anos.

De acordo com o médico-veterinário e vice-presidente do CRMV-RJ, Diogo Alves, o problema costuma começar na aquisição por impulso desses animais. Ele ainda ressaltou que abandonar ou maltratar animais é crime previsto pela Lei Federal nº 9.605/98.

“É necessário pensar e conversar com todos os membros da família antes de comprar um animal, para evitar que, depois do momento de empolgação, ocorra o abandono. Vale lembrar que uma nova legislação, a Lei Federal nº 14.064/20, sancionada em setembro, aumentou a pena de detenção que era de até um ano para até cinco anos para quem cometer este crime.

Para evitar que o abandono aconteça, o CRMV-RJ preparou dicas de quais são os cuidados específicos para receber o coelho como novo pet da casa. Confira:

  • Expectativa de vida

A média é de 6 a 8 anos.

  • Cuidados especiais

Alimentação com ração específica; ambiente com instalações amplas e adaptadas; visitas regulares ao médico-veterinário; acesso total a jardins ou locais onde possam expressar comportamentos naturais, como cavar buracos, assim como receber carinho, tempo e atenção; e uma companhia da mesma espécie, caso seja possível.

Alimentação

Apesar de serem herbívoros (ou seja, se alimentam de vegetais, como folhas e verduras), também é necessária a introdução de ração específica para a espécie e uma dieta à base de feno de capim, que é rico em fibras e ajuda a desgastar os dentes do animal que estão em constante crescimento.

Ambiente

É necessário que os coelhos possuam um abrigo do sol e acesso à luminosidade natural – importante para o processo de banho de radiação ultravioleta. Como esses animais não transpiram devido ao fato de não terem glândulas sudoríparas, eles resfriam o corpo através do aumento do ritmo da respiração. No entanto, como não é suficiente, ele não tolera muito as altas temperaturas e sol direto.

O espaço amplo para exercício também é importante como área de serviço, terraço ou viveiro.

Saúde

Os coelhos tem tendências a problemas respiratórios, de pele e digestivos, comuns devido a alteração brusca na dieta, do teor alto de açúcar dos alimentos oferecidos, ou a falta de exercício físico. Os idosos também estão propensos a problemas de coluna, fazendo com que tenham menos mobilidade nas patas e dor crônica; assim como podem desenvolver problemas cardíacos, do fígado e renais.

Por terem um esqueleto muito frágil, podem ocorrer fraturas ao cairem do colo ou após um salto mal sucedido sobre um piso liso.

As fêmeas ainda são predispostas a problemas uterinos a partir da meia idade. Há a indicação de castrá-la quando jovem, a partir de 6 meses de idade a 1 ano, para prevenção.

Visitas ao médico-veterinário especialista em animais silvestres a cada semestre são necessárias.

Convivência

Os cães necessitam da companhia dos tutores e podem sofrer com ausência se for por períodos muito longos.

Podem ocorrer brigas quando machos convivem juntos devido ao fato deles serem territorialistas. Se a ideia for ter machos e fêmeas juntos, elas precisam ser castradas como prevenção de uma reprodução desenfreada.

Rolar para cima