CRMV-RJ adere ao Programa Nacional de Prevenção à Corrupção

PNPC

O CRMV-RJ aderiu, voluntariamente, ao Programa Nacional de Prevenção à Corrupção (PNPC). A iniciativa é voltada a todos os gestores das organizações públicas (das três esferas de governo e dos três poderes em todos os estados da federação) e tem o objetivo de reduzir os níveis de fraude e corrupção no Brasil a patamares similares aos de países desenvolvidos. O PNPC, da Rede de Controle da Gestão Pública, é patrocinado pela Controladoria-Geral da União (CGU) e pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

O PNPC foi lançado no mês de maio de 2021 em todo o território nacional por meio de eventos on-line. Ao utilizar a “Marca de Participante do PNPC”, a instituição assume um compromisso consigo mesmo e com a sociedade de que irá implementar as boas práticas de prevenção, detecção, investigação, correção, Monitoramento e Transparência.

“A adesão à esse Programa tem por finalidade dar transparência às nossas atividades como gestor. É uma proposta inovadora, que aderimos de imediato, que vem de encontro às nossas ideias, pois acreditamos num trabalho eficiente e ético, prestando conta com clareza à Sociedade”, explicou o presidente do CRMV-RJ, Romulo Spinelli.

Por meio de uma plataforma de autosserviço on-line contínua, o gestor terá a oportunidade de avaliar sua instituição, descobrindo previamente os pontos mais vulneráveis e suscetíveis a falhas. A partir desse diagnóstico, ele terá acesso a um plano de ação específico que apresentará sugestões e propostas adequadas às necessidades da sua entidade.

O Programa oferece ainda orientações, treinamentos, modelos e dispõe de parcerias com órgãos e entidades públicas e privadas para implantação dos mecanismos de controle à corrupção.

Scroll to Top