beylikdüzü türbanlı escort

escort beylikdüzü

beylikdüzü escort

ataköy escort

istanbul escort bayan

beylikdüzü escort bayanlar

esenyurt escort

avcılar escort

beylikdüzü escort bayan

beylikdüzü escort bayanlar

Animal não é brinquedo!

Os animais de estimação acabam se tornando opções atraentes quando o assunto é presentear no Dia das Crianças, comemorado nesta segunda-feira, 12 de outubro. Porém, caso uma família esteja certa da escolha, é preciso lembrar que os cuidados com os pets exigem compromisso e dedicação e, por isso, é necessário avaliar com cuidado a situação para que sejam evitadas situações de maus-tratos.

De acordo com o médico-veterinário Diogo Alves da Conceição, que é vice-presidente do CRMV-RJ, o ato de comprar ou adotar um animal de estimação para presentear uma criança pode representar mais um desejo passageiro do que um real anseio pelo animal.

“O ato de adoção requer muitas responsabilidade e a criança precisa estar preparada para todas elas. Em primeiro lugar, é importante ter em mente de que um animalzinho pode viver por quase duas décadas e que serão necessários cuidados com ele, independente das mudanças na sua rotina”, alertou Diogo.

Antes de optar por levar um pet para casa, é necessário buscar informações a respeito das características do animal, para que haja uma adaptação mais coordenada. Além disso, é importante lembrar que os bichinhos tem necessidades básicas, como comida, água, abrigo, vacinação, higiene, combate aos parasitas e preparação do local que ele ficará.

A paciência, amor e dedicação no momento da adoção é essencial nesse momento de adaptação.

Caso a família esteja certa da adoção do animal, é válido lembrar dos inúmeros benefícios de interação entre pets e humanos, que ensina valores importantes.

“A adoção de cães e gatos como presente de dia das crianças vai mto além de uma forma de presentear seu filho. Ensinar conceitos de amor aos animais é uma forma de termos um país mais justo e fraterno no futuro. O conceito de posse responsável pode ser definido como a aquisição consciente de um animal de estimação,visando atender a todas as necessidades do animal, garantindo-lhe bem-estar satisfatório”, emendou o médico-veterinário.

Rolar para cima