beylikdüzü türbanlı escort

escort beylikdüzü

beylikdüzü escort

ataköy escort

istanbul escort bayan

beylikdüzü escort bayanlar

esenyurt escort

avcılar escort

beylikdüzü escort bayan

beylikdüzü escort bayanlar

Dia Internacional da Mulher: Conheça a médica-veterinária que trabalhou no desenvolvimento da vacina contra Leishmaniose visceral canina

A médica-veterinária e doutora em virologia Ingrid Menz atua na área de diagnósticos e controle de qualidade, com ênfase em prevenção e tratamento de doenças infecciosas.

Leia um pouco mais da história da personagem da nossa série “Mulheres que nos representam”, uma homenagem do CRMV-RJ ao Dia Internacional da Mulher.

Confira a entrevista completa aqui:

  1. Como surgiu seu amor pela medicina veterinária?

Sempre gostei da área biológica, mas nunca pensei em ser médica. Na verdade eu queria ser oceanógrafa, mas na época, na USP, só havia este curso como pós-graduação. Eu precisava fazer um curso na área biológica, então escolhi medicina veterinária. Eu sempre quis ajudar os animais e me encontrei. No final, acabei não fazendo oceanografia.

  1. Como você consegue exercer a medicina veterinária com excelência?

Desde a formatura, sempre trabalhei em laboratórios, fiz o doutorado na Alemanha, trabalhei com controle de qualidade de vacinas, estudos clínicos, desenvolvimento da vacina contra Leishmaniose visceral canina, juntamente com a professora doutora Clarisa Palatnik, da UFRJ. Viajei muito, fiz palestras, mas tudo isso sem falhar na educação da minha filha e sempre com a ajuda da minha família.

  1. Alguma vez você sentiu na pele indícios de preconceito pelo fato de ser mulher?

Nunca senti preconceito. Acho que isso depende da autoconfiança da mulher. Trabalhar corretamente, sempre. Ser ética e eficiente.

  1. Quais as recomendações que você daria para que novas mulheres consigam obter o mesmo grau de excelência?

Estudar muito, escutar muito, trabalhar sempre, sem preguiça de levantar às 6h da manhã por décadas. Ajudar os outros, ser proativa e dar o exemplo. Se afastar de quem deseja diminui-la, humilha-la ou fazê-la dependente.

  1. O que acha de, atualmente, as mulheres estarem ocupando cada vez mais posições altas no mercado de trabalho?

Acho que isso é a consequência de todos estes anos em que as mulheres são a maioria nas escolas e nas faculdades. Nós temos a capacidade e a vontade para crescermos além dos limites impostos por sociedades “antigas”, e sempre com amor, respeito e educação.

Ingrid Menz

LEISHMANIOSE***:: 2016

Possui graduação em medicina Veterinária pela Universidade de São Paulo (1975) e doutorado em Virologia – Tierarztliche Hochschule Hannover – Alemanha(1979). É consultora para ensaios clínicos de produtos em desenvolvimento especificamente para cães e gatos, entre eles vacinas e produtos para o tratamento da Leishmaniose Visceral Canina para registro. Atua na área de diagnósticos e controle de qualidade, com ênfase em prevenção e tratamento de doenças infecciosas, com os seguintes temas: desenvolvimento de vacinas, miltefosine, antipararasitários, enfermidades infecciosas.

Rolar para cima