beylikdüzü türbanlı escort

escort beylikdüzü

beylikdüzü escort

ataköy escort

istanbul escort bayan

beylikdüzü escort bayanlar

esenyurt escort

avcılar escort

beylikdüzü escort bayan

beylikdüzü escort bayanlar

Ovos cozidos com o calor do Rio de Janeiro revelam importância da armazenagem adequada

bandeja de ovos cozinham com o calor de bangu no rio de janeiro

Na última quarta-feira (27), quando a temperatura na cidade de Bangu, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, atingiu 40ºC, bandejas de ovos que estavam armazenadas no estabelecimento de um depósito na região acabaram cozinhando. A situação inusitada foi contada por diversos meios de comunicação e acendeu um alerta para a importância da conservação adequada dos alimentos.

A questão está diretamente associada à segurança dos alimentos consumidos pela população, que consiste no direito regular e permanente a alimentos de qualidade, em quantidade suficiente, sem comprometer o acesso a outras necessidades essenciais. A este direito estão associadas práticas alimentares promotoras de saúde que respeitem a diversidade cultural e que sejam ambiental, cultural, econômica e socialmente sustentáveis, de acordo com a Lei Orgânica de Segurança Alimentar e Nutricional (LOSAN), de 2006. No que tange a alimentos de origem animal, esta qualidade começa pelas boas condições sanitárias e físicas do animal vivo, área de domínio da Medicina Veterinária.

Segundo a médica-veterinária e presidente da Comissão Estadual de Alimentos do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Rio de Janeiro (CRMV-RJ), Isabelle Campello, os os ovos são produtos de fácil acesso para população, devido seu baixo custo, possui alto valor nutritivo e é considerado um alimento natural. Porém é preciso ter alguns cuidados ao escolher os ovos nos supermercados.

“Os ovos precisam ter selo de inspeção oficial, pois é a garantia que esse produto foi inspecionado e está isento de qualquer risco ou perigo higiênico-sanitário que pode afetar ou prejudicar a saúde do consumidor. Ao comprar ovos, verifique se a embalagem discrimina data de validade e dados do produtor, como nome e CNPJ. Outro fator importante é observar a casca: nunca compre ovo com a casca suja, trincada ou quebrada”, informou a médica-veterinária.

Campello ainda acrescentou que os principais cuidados que o consumidor deve ter em casa se refere a temperatura e tempo de armazenamento pois são fatores essenciais para a conservação do produto e na manutenção das características organolépticas.

Algumas bactérias e fungos podem ser responsáveis por alterações nos ovos e a salmonela é uma das principais responsáveis por causar o processo de deterioração. A salmonela faz parte de um gênero de bactérias, pertencente à família Enterobacteriaceae, que afetam milhões de pessoas no mundo.

“Os ovos devem ser armazenados preferencialmente na geladeira ou em um local limpo, seco e arejado. Para o correto armazenamento é importante retirá-lo da embalagem original e guardar em um recipiente limpo. A porta da geladeira apresenta uma grande oscilação de temperatura (de tanto abrir e fechar) dessa forma, é importante orientar que o armazenamento seja em prateleiras no interior do equipamento e não na porta. As variações térmicas proporciona condições perfeitas para multiplicação de bactérias como a salmonela, causadora de intoxicação alimentar”, disse.

Rolar para cima